A terceira edição do Réveillon Fora de Época de Curitiba reuniu 20 mil pessoas no Largo da Ordem durante a “virada” da noite desta sexta-feira (1) para a madrugada deste sábado (2) e diversos incidentes foram registrados pela cidade, segundo primeiro levantamento realizado pela Guarda Municipal e Polícia Militar. Após a meia-noite, o público já começava a dispersar e os problemas começaram a aparecer, principalmente pelo uso exacerbado de bebidas alcoólicas.

Bruno Henrique – Banda B

Pela manhã, o lixo dominava as ruas do Centro.

Ao todo, 40 agentes da Guarda foram destinados para fazer a segurança do Réveillon, além do apoio de uma ambulância do Samu. Já a Polícia Militar fez uma blitz na Alameda Augusto Stellfeld, para orientar motoristas e pedestres, que aliado aos bloqueios das ruas no entorno do Largo da Ordem, trouxeram lentidão ao trânsito do Centro de Curitiba.

De acordo com a polícia, os incidentes aconteceram principalmente em relação ao transporte coletivo, já que vários jovens entravam embriagados nos ônibus. Algumas estações-tubo também registravam furto. Logo após a meia noite, todas as ambulâncias do Samu se dirigiram ao Largo da Ordem para atender os incidentes.

A festa foi idealizada a partir da teoria de que o ano começa apenas após o carnaval e em novembro do ano passado foi aprovado na Assembleia Legislativa como evento oficial do Paraná. Anteriormente já havia sido realizado por duas vezes na Praça da Espanha, no bairro Batel, e contou com a presença de mais de 10 mil pessoas em 2011 e de 20 mil pessoas em 2012.