Por Luiz Henrique de Oliveira e Danaê Bubalo

Um crime misterioso, possivelmente na madrugada deste domingo (25), aconteceu em uma chácara da UTFPR (Universidade Tecnológica Federal do Paraná), no bairro Contenda, em São José dos Pinhais, região metropolitana de Curitiba. Cláudia Biguetti, de 47 anos, responsável por uma Organização Não Governamental (ONG) para crianças com problemas motores, foi assassinada a facadas.

chacara

Mulher foi assassinada em chácara da UTFPR (Foto: Colaboração)

O guarda municipal Pereira, de São José dos Pinhais, contou à Banda B que a mulher brigou para não morrer. “Ela estava morta na cozinha, com muita marca de sangue. Nenhum produto da residência foi levado, porém o carro dela não estava mais lá. Fomos acionados por mães que traziam suas crianças para a terapia que aconteceria neste domingo”, disse.

Ainda de acordo com Pereira, a mulher foi assassinada possivelmente por algum conhecido. “O que descobrimos até o momento é que na casa havia pertences de um homem e que havia uma pessoa aqui o ajudando com os serviços domésticos. Aqui é uma chácara da UTFPR e ela usava esse espaço para realizar o seu trabalho”, contou.

A terapia feita por Biguetti utilizava cavalos para melhorar a coordenação motora de crianças. O corpo dela foi recolhido ao Instituto Médico Legal de Curitiba (IML). A Delegacia de São José dos Pinhais investiga o caso.