Terminam nesta segunda-feira (04) as inscrições para o programa de Residência Técnica, criado pelo governo do Paraná para especializar engenheiros no campo dos projetos e obras públicas. O processo seletivo é coordenado pela Comissão Permanente de Seleção (CPS) da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) e oferece 200 vagas distribuídas em cinco polos de ensino superior estadual, localizados em Cascavel (Universidade do Oeste do Paraná), Curitiba e Ponta Grossa (Universidade Estadual de Ponta Grossa), Londrina (Universidade Estadual de Londrina) e Maringá (Universidade Estadual de Maringá). O programa prevê webconferências, seminários, avaliações e defesa de TCC.

Os cinco polos que oferecem o curso abrangem 35 municípios, onde serão realizadas atividades práticas de acordo com o Manual do Residente Técnico. Coordenado pelo Departamento de Engenharia Civil da UEPG, o curso será ministrado na modalidade à distância, de abril de 2013 a junho de 2015 (500 horas) e trabalho de conclusão de curso com carga de 20 horas. Os interessados podem se inscrever até esta segunda-feira (4/2), no endereço www.uepg.br/denge/restec, com taxa no valor R$ 100. As provas serão realizadas em 24 de fevereiro.

O coordenador do curso, professor José Adelino Krüger, observa que o programa de Residência Técnica, conta que o residente técnico selecionado receberá bolsa-auxílio no valor de R$ 1,9 mil, além da gratuidade do curso de especialização. A carga horária para as atividades práticas da residência técnica será de 30 horas semanais, de segunda a quinta-feira, nas secretarias e órgãos estaduais, sob a orientação e supervisão de profissionais. A sexta-feira será destinada à participação nas aulas do curso de especialização.

No fim do curso, cada aluno receberá certificados de Especialização em Gestão de Projetos e Acompanhamento de Obras Públicas e outro de Acervo Técnico do Crea-PR. O curso tem apoio do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (Crea-PR), Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Paraná, sindicatos da indústria da construção de todo o Estado e de instituições de ensino superior, como a UEPG, UEL, UEM, Unioeste e Unicentro.

Os municípios atendidos são Apucarana, Assis Chateaubriand, Campo Mourão, Cascavel, Cianorte, Cornélio Procópio, Cruzeiro do Oeste, Curitiba, Dois Vizinhos, Foz do Iguaçu, Francisco Beltrão, Goioerê, Guarapuava, Ibaiti, Ibiporã e Irati. Ainda serão atendidos Ivaiporã, Jacarezinho, Laranjeiras do Sul, Loanda, Londrina, Maringá, Paranaguá, Paranavaí, Pato Branco, Piraí do Sul, Piraquara, Pitanga, Ponta Grossa, Santo Antônio da Platina, São Mateus do Sul, Telêmaco Borba, Toledo, Umuarama e União da Vitória.

INSCRIÇÃO – Para se inscrever, o candidato deverá ter concluído curso de graduação nas áreas de Engenharia (Civil, Mecânica, Elétrica, Produção e Ambiental) ou Arquitetura, no período 4 de fevereiro de 2010 a 4 de fevereiro de 2013 (Lei nº 16.020/2008).

No ato da inscrição, deverá optar pelo polo que pretende concorrer e cidade onde pretende realizar a prova. Na sequência, deverá imprimir o boleto para pagamento da taxa de inscrição (vencimento em 5/2/2013). Decorridos três dias úteis após o pagamento da taxa de inscrição, o candidato deverá imprimir a ficha de inscrição, onde vai colar uma foto 3×4, recente e a fotocópia de um documento oficial de identidade. A ficha será apresentada para o acesso no local da realização da prova.

Os portões de acesso aos locais de realização da prova objetiva, em 24 de fevereiro, serão abertos às 14 horas e fechados às 14h30min. A prova, com 40 questões objetivas (sistema somatório), será iniciada às 15 horas, com duração de três horas. O edital divulgando a prova objetiva e o respectivo gabarito estará disponível na internet, às 17 horas do dia 25 de fevereiro.

O resultado final será divulgado, às 17 horas do dia 11 de março de 2013. A matrícula dos aprovados será realizada no período de 18 a 22 de março de 2013, pela Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da UEPG, das 9h às 11h30 e das 14h às 17h. Mais informações no endereço www.uepg.br/denge/restec.