As celas do minipresídio da 9ª Subdivisão de Polícia Civil (SDP) ficaram praticamente destruídas após a rebelião. Uma vistoria realizada na manhã desta sexta-feira (15) constatou que dos 16 compartimentos da galeria masculina, 14 foram danificados. Portas foram arrancadas, grades e paredes ficaram seriamente comprometidos. Os presos devem ficar no pátio durante o dia até que o local passe por uma reforma emergencial, que deve durar cerca de sete dias.

Leia a reportagem completa no Portal O Diário, clicando aqui.