Por Catve

rebeliao-

Rebelião já dura 28 horas. Foto: Catve

A BR 277 foi bloqueada na manhã de segunda-feira (25) por familiares de presos da PEC. A Polícia Rodoviária Federal tenta negociação para liberar o trânsito, porém congestionamento já se forma dos dois lados da rodovia.

O advogado Lauro Luiz Stoinski, conselheiro da OAB foi convocado para ação de retomada. Ele acompanha a movimentação na Penitenciária Estadual de Cascavel e conversou com os familiares dos presos que estão nas proximidades do presídio. A rebelião no presídio iniciou no domingo (24) por volta das 6 horas da manhã e ainda não há informações sobre o controle da situação.

Por volta de 10 horas a imprensa voltou a observar fogo na unidade. Centenas de familiares acompanham a mobilização e esperam informações sobre os presos. Uma senhora passou mal, ela foi atendida pelo Samu. Um dos presos ferido pelos rebelados foi retirado da PEC e levado ao Hospital Universitário.

Segundo informações, no total, quatro feridos foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros desde ontem, três estão no HU e um na UPA Veneza. Gilmar de Lima, condenado pela morte de Rafaela Trates, foi atendido ontem e levado ao HU. Ele teve os dois tornozelos quebrados, trauma em coluna e face e permanece internado.

A Polícia Militar encontrou outra cabeça decapitada, o que aumenta a probabilidade de mais presos terem sido esquartejados dentro do presídio.

Veja reportagem completa sobre a rebelião aqui.