A Rádio Educativa São Francisco, do projeto Socioeducativo de Implantação de Estúdios de Rádio nos Centros de Socioeducação do Paraná, da Secretaria da Família e Desenvolvimento Social, será apresentada no Fórum Social Mundial, na Túnisia. O projeto será levado pelo professor do Centro de Socioeducação São Francisco, em Piraquara, Renê Scholz, um dos responsáveis pelo projeto. O Fórum acontece de 26 a 30 de março, na Tunísia.

A viagem de Scholz faz parte do prêmio pela classificação do projeto no 3º Concurso Aprender e Ensinar – Tecnologias Sociais, da Revista Fórum e da Fundação Banco do Brasil. O uso da rádio como ferramenta pedagógica foi um dos seis finalistas entre mais de 4,5 mil projetos inscritos.

“Mais que cumprir normas, queremos proporcionar um atendimento de qualidade, bem como oferecer aos meninos e meninas a oportunidade de um novo recomeço. A Rádio São Francisco é um processo fantástico para se alcançar esses objetivos e merece o destaque de participar do Fórum Social Mundial. O Governo do Paraná estará muito bem representado, com um projeto simples, mas eficiente e que de fato transforma realidades”, afirmou a secretária da Família e Desenvolvimento Social, Fernanda Richa.

A rádio educativa desenvolvida pelo professor da rede estadual faz a conexão entre educação e comunicação. A rádio produz cultura, contribuí para o exercício da cidadania, desenvolve o senso crítico e possibilita o desenvolvimento social e pessoal dos adolescentes do Centro de Socioeducação, contribuindo com a qualidade da educação por meio da produção de textos e leitura.

“É uma ferramenta muito importante durante o processo socioeducativo do adolescente porque ele é o protagonista da rádio, responsável pela elaboração da programação, entrevistas e conteúdos. A rádio também divulga os conteúdos de todas as disciplinas, reforçando o que foi visto em sala de aula. Junto com outros programas do Centro de Socioeducação São Franciso, promovemos aqui a educação e o atendimento multidisciplinar”, explica o diretor da instituição, Tiago Barbosa de Souza.

A programação da Rádio Educativa São Francisco é veiculada dentro da própria unidade, de segunda-feira a sexta-feira, três vezes ao dia, e pode ser ouvida de qualquer ponto da instituição. Os professores fazem programações especiais, como por exemplo, prevenção ao uso de drogas, importância do voto, semana da Consciência Negra, do meio ambiente, Dia das Mães, entre outros.

“A rádio possibilita o desenvolvimento da comunicação dentro da unidade. Por meio dela conseguimos despertar o aluno para o trabalho educativo. O rádio distrai os adolescentes e tem o poder inebriante. Utilizamos isso para promover campanhas educativas e reunir os alunos para tratar de questões pertinentes à realidade em que estão inseridos”, diz o responsável pela rádio, professor de Artes, Renê Scholz.

CENSE: O Centro de Socioeducação (Cense) São Francisco atende em média 110 adolescentes em situação de risco que cumprem a medida sócioeducativa de internação. Os Centros de Socioeducação e as Casas de Semiliberdade são unidades de atendimento necessárias para a organização e o funcionamento das condições de cumprimento das medidas socioeducativas de internação e semiliberdade de menores infratores privados de liberdade. São administrados pela Secretaria da Família e Desenvolvimento Social e pela Secretaria de Estado da Educação.

O Estado do Paraná conta atualmente com 18 Centros de Socioeducação e seis casas de Semiliberdade.