Um balanço divulgado nesta terça-feira pela Assindilitoral (Associação de Hotéis, Pousadas, Restaurantes, Bares, Casas Noturnas e Similares do Litoral Paranaense) aponta uma queda de 20% na arrecadação dos comerciantes no Litoral do Paraná durante a temporada de verão de 2013 em comparação ao ano passado. Apesar de no ano novo o movimento ter sido 30% superior, no Carnaval a situação se inverteu, com uma queda de 40% em relação a 2012, que ajudou nos números decepcionantes, de acordo com a Assindilitoral.

Para José Carlos Chicarelli, presidente da Assindilitoral, muitos que passaram o Ano Novo nas praias paranaenses se assustaram com o que viram e não quiseram voltar: “Fila no ferryboat, fila no banco, fila na estrada. Não tinha como eles voltarem. Ainda problemas com água, luz e a balneabilidade horrível. O comerciante teve um prejuízo enorme por conta da falta de infraestrutura”, protestou.

Outra reclamação de Chicarelli foi quanto à Lei Seca. Segundo ele, comerciantes terminaram com vários estoques de bebidas alcoólicas sem serem vendidas. “Caiu em 40% a venda de bebidas. Não queremos o fim da Lei Seca, mas é necessário que algumas medidas sejam tomadas para ajudar o comerciante, que paga impostos e não consegue manter seu negócio viável”, concluiu.