Por Elizangela Jubanski e Bruno Henrique

A Polícia Militar (PM) cumpriu na manhã desta quinta-feira (23) uma reintegração de posse em um terreno em Colombo, na região metropolitana de Curitiba. Cerca de 40 famílias viviam no local, que é de propriedade particular, há quase três meses. A Guarda Municipal (GM) e equipes da Prefeitura de Colombo também acompanharam o despejo. Uma pessoa foi presa por porte ilegal de arma.

O terreno fica próximo a rua Guabirobeira, no Jardim das Graças. Não houve registro de confusão, nem de resistência por parte dos moradores. Pessoas ligadas à prefeitura disseram no local que um aviso, há três meses, antecedeu a reintegração. Já os moradores alegaram que foram pegos de surpresa e não têm para onde ir.

A aposentada Laura de Jesus Albino (foto) mora em uma casa de madeira construída no terreno, ao lado das filhas e das netas, depois de ter vindo do interior de São Paulo. “Eu não sabia, nossa. Tudo que eu tenho está aqui. Tão dizendo que avisaram a gente, mas isso é mentira”, disse à Banda.

“Vão levar a gente para um ginásio. Estão dizendo isso, mas não sabemos de nada. Não tenho para onde ir com meu três filhos. Não posso pagar aluguel”, disse Jaqueline Batista de Souza, que veio do interior do Paraná.

Durante o despejo, um homem foi detido por estar com um revólver calibre 38. Ele foi levado para a delegacia e será autuado por porte ilegal de arma. No local, equipes da prefeitura de Colombo, que acompanhavam a reintegração, pediram que a reportagem entrasse em contato com a assessoria de imprensa.

Prefeitura

Após informar que não repassaria nenhuma informação sobre o caso, a Prefeitura de Colombo enviou uma nota na tarde desta quarta-feira (23), afirmando que a Justiça determinou a reintegração de posse desta área, que é de proteção permanente. Segue na íntegra:

– As 45 famílias já tinham sido notificadas duas vezes por oficiais de justiça, sendo que muitas delas já haviam deixado o local;

– a reintegração foi pacífica;

– a Ação Social está oferecendo apoio a todas as famílias;

– Foram disponibilizados caminhões para o transporte das mudanças;  

– No local, as margens do rio Palmital será feita uma bacia para contenção de enchentes.