Por Felipe Ribeiro

Um antigo impasse entre lojistas e a administração do Shopping Estação, em Curitiba, ganhou um novo capítulo durante a última segunda-feira (3). Insatisfeita com a administração da BRMalls, a Associação dos Lojistas do Shopping Estação (Alse) já havia ingressado diversas ações para ter acesso aos contratos condominiais de investimentos, mas acabou surpreendida com um mandado de reintegração de posse do espaço comum utilizado pelos 120 estabelecimentos comerciais associados à Alse. O mandado foi pedido pela BRMalls durante a última semana e cumprido pela justiça na última segunda-feira.

shoppingestacaoFoto: Divulgação

A principal reclamação da Alse está relacionada a uma suposta desproporção entre o que é pago pelos lojistas e os investimentos feitos. De acordo com assessor jurídico que representa a associação, Marcelo Martins, assim que a BRmalls assumiu a administração, os valores cobrados aos lojistas subiram muito acima da inflação, o que levou à Alse a esses questionamentos de prestação de contas. “Nós queremos que a empresa diga para onde está indo esse dinheiro, em especial os 20% do fundo de promoção, já que já faz alguns anos que o shopping não promove nenhum sorteio ou eventos que teriam essa destinação”, disse.

O local que foi alvo do mandado foi cedido para a Alse em 1998, quando outra empresa administrava o empreendimento. De acordo com Martins, os lojistas costumam usar o espaço para fins mais privativos, como entrevistas de novos funcionários e treinamentos. “Antes das ações que ingressamos na justiça, existia uma obrigatoriedade para as associações, mas após a BR Malls extinguir isso começamos a ter esses problemas, como o pedido de reintegração de posse”, concluiu.

Outro lado

Em nota, o Shopping Estação informou que toda e qualquer ação do empreendimento possui amparo judicial e respaldo da legislação. “A administração ressalta ainda que preza pela conduta ética e transparente na condução de seus negócios. Além disso, o aumento constante do fluxo de pessoas e de vendas no Shopping reflete o crescente investimento da companhia na estrutura e serviços, para garantir a melhor experiência aos clientes e resultado aos lojistas”, diz a nota.