Da Redação

Sofrendo com estoque baixo de oxigênio, o pronto-socorro (PS) do Hospital Evangélico reabriu parcialmente no começo da tarde desta terça-feira (26). De acordo com a assessoria da instituição, os casos em que são necessários o uso do oxigênio ou casos atípicos são os únicos que seguem sem atendimento, mas o hospital espera que até o final da tarde já esteja tudo normalizado.

hospitalevangelico

Foto: SMCS

Esta é a segunda vez em dez dias, que o pronto-socorro fechou e não recebeu pacientes. Segundo a assessoria do hospital, o estoque de oxigênio chegou a um nível crítico no início da noite desta terça-feira (25), o que levou a direção a tomar medida extrema. O fechamento anterior aconteceu devido à falta de medicamentos.

De acordo com a assessoria, o fornecedor não entregou mais oxigênio por falta de pagamento. Ainda segundo o hospital, o repasse por parte do Sistema Único de Saúde (SUS) está em dia, mas defasado, já que a tabela não foi atualizada há dez anos. Eles negociam com o servidor e esperam resolver a situação até o final da tarde.

Além do pronto-socorro fechado, as cirurgias eletivas foram adiadas. A assessoria diz que essas medidas visam garantir o estoque de oxigênio para pacientes já internados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), com casos considerados mais graves.

Notícia Relacionada:

PS do Evangélico fecha por falta de oxigênio; hospital culpa repasses do SUS

Por falta de remédios, Hospital Evangélico está fechado para novos pacientes