Por Felipe Ribeiro

Um grupo de protetores animais denominado WeLoveDogz resgatou por volta das 17 horas desta quinta-feira (21) o Pitbull mestiço que atacou um menino de cinco anos no bairro Parolin, em Curitiba. De acordo com uma representante do grupo, o cachorro estava preso e vários moradores já queriam linchá-lo no local.

protetores

Foto: Reprodução Facebook

Segundo a representante, que concedeu entrevista à Banda B, o animal não tem culpa pela situação ocorrida no bairro Parolin e eles só esperam que nada aconteça com o cachorro. “Ele já está bem e sob a minha responsabilidade, mas precisamos de ajuda com as despesas para que ele tenha o tratamento que merece a partir de agora”, comentou.

O cachorro resgatado após o ataque contra o menino no começo da manhã desta quinta-feira.  Após a situação, o menino passou por cirurgias e, segundo a mãe do menino, Neuci Nascimento, os médicos devem fazer uma reconstrução do cotovelo e também de parte do rosto da criança. O garoto se preparava para ir até a escola quando o cão fugiu da casa da dona, na rua Eugênio Parolin, e foi para cima dele na altura da Brigadeiro Franco.

Serviço

De acordo com o grupo, o Força Animal doará as rações mensalmente, mas despesas com hotel (R$150), vacinas (3 doses R$140 + 2 doses de Bronchiguard R$80) e castração (R$300) ainda precisam ser pagas. Quem puder ajudar deve entrar em contato através do email [email protected]

Notícias Relacionadas:

Menino de cinco anos atacado por Pitbull vai passar por cirurgia de reconstrução facial

Pitbull foge de casa e arrasta criança de cinco anos por calçada da Brigadeiro Franco