Da assessoria

A Escola Municipal José Brunetti Gugelmin e o Projeto Socioeducativo Atleta Bom de Nota receberam o Prêmio Itaú-Unicef, na categoria micro porte pela região sul do Brasil. As entidades foram escolhidas entre outros 1.947 projetos inscritos e agora estão entre os 32 finalistas.

Com o tema “Educação Integral: Aprendizagem que transforma”, o projeto premia e incentiva iniciativas que mobilizam sociedade e escola a atuarem unidas em prol da educação integral. Neste sentido, a Escola Municipal José Brunetti Gugelmin firmou parceria com o Projeto Socioeducativo Atleta Bom de Nota para o desenvolvimento de ações que estimulem o envolvimento da comunidade na escola, além de aproximar ainda mais os alunos deste ambiente.

A diretora da unidade de ensino, Neiva Elire da Silva Oliveira, conta que desde o ano passado o professor responsável pelo projeto Atleta Bom de Nota, Gil Brasil, vai até a escola. “Nas quartas e quintas-feiras os alunos participam das atividades de futsal coordenadas pelo professor”, complementa Neiva.

Já a escola, realiza diversas atividades no contraturno escolar, com o intuito de tirar as crianças das ruas e promover um complemento do ensino regular, para alunos do 3ª, 4ª e 5ª séries. “Nós realizamos diversas ações e vemos o quanto o resultado desse trabalho está sendo positivo e mudou para melhor a realidade dos alunos envolvidos”, afirma a diretora.

Além do futsal, Neiva conta que com a colaboração dos professores é possível realizar muito mais. “Sempre digo que sozinhos não conseguimos fazer nada e nossa equipe não mede esforços, eles vestem a camisa e certamente isso faz com que tudo dê certo”, destaca Neiva.

A secretária de Educação, Andrea Franceschini, falou sobre o quanto projetos como este colocam Pinhais em posição de destaque em relação à área de educação. “Precisamos valorizar o trabalho realizado pelos nossos profissionais e este é mais um exemplo do engajamento, de quanto a atuação em equipe dá resultados positivos. Todos os envolvidos estão de parabéns e são merecedores deste reconhecimento”, declarou a secretária.

Já o professor Gil Brasil destaca que a sensação é de dever cumprido. “Sentimos muita emoção com o resultado, meu choro foi de alegria em poder dar esta conquista a todas as crianças que participam do projeto. E como educador acredito que a educação em tempo integral transforma vidas e realiza sonhos de uma vida melhor, distante da violência e das drogas”, afirma Gil.

O projeto de Pinhais foi escolhido após uma seleção e visita da avaliadora indicada pela organização do prêmio. Este é um dos 160 projetos que continuarão a participar das próximas etapas do processo de seleção, que darão subsídios para a escolha dos próximos projetos premiados, conforme previsão do regulamento. A revelação dos novos eleitos está marcada para o dia 26 de novembro, em São Paulo. O prêmio em dinheiro contribui para dar continuidade às ações desenvolvidas.