Divulgação

O Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB) e a Marinha do Brasil anunciaram na manhã desta terça-feira (3) o resultado do Concurso Estação Antártica Comandante Ferraz, que seleciona o melhor projeto de arquitetura para as novas instalações da base brasileira. Em primeiro lugar, ficou o projeto dos profissionais do Estúdio 41, de Curitiba, coordenado pelo arquiteto Fábio Henrique Faria e tendo como coautores Emerson Jose Vidigal, Eron Costin e João Gabriel de Moura Rosa Cordeiro. Os vencedores ganham, além do projeto contratado, um prêmio de R$ 100 mil.

A previsão é que o processo licitatório para a execução do projeto termine no fim deste ano. O lançamento da pedra fundamental da estação está previsto para o próximo verão antártico. A Marinha trabalha para iniciar a operação da nova estação até março de 2015.

A cerimônia foi realizada na Casa do Arquiteto Oscar Niemeyer, na sede do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB), no Rio de Janeiro. O concurso foi promovido pela Marinha do Brasil, com organização do IAB, e lançado em 22 de janeiro deste ano. Foram 109 equipes inscritas, coordenadas por arquitetos, com 74 trabalhos entregues.

Com uma área total em torno de 3,2 mil m², a estação será reconstruída no mesmo local onde estava a anterior, que ficou destruída após um incêndio no início do ano passado, com um investimento na ordem de R$ 72 milhões. A capacidade estimada é de 64 pessoas durante o verão e de 34 no inverno. A estação abrigará uma população formada por militares da Marinha e pesquisadores.