O secretário do Trabalho, Emprego e Economia Solidária, Luiz Claudio Romanelli, assinou nesta sexta-feira (03), em Umuarama, os termos aditivos do convênio do Compra Direta com prefeitos, agricultores familiares e entidades assistenciais das regionais de Cianorte e Umuarama. Serão liberados R$ 3 milhões para 671 agricultores familiares e 295 entidades assistenciais, atendendo 85 mil pessoas, em 31 municípios.

O governo do Estado quer ampliar o Programa de Aquisição de Alimentos para todos os municípios. “Hoje são 281 municípios atendidos. O programa garante renda para os agricultores e comida saudável para quem precisa. O governador Beto Richa quer também que a merenda escolar seja 100% com produtos da agricultura familiar”.

Para Romanelli, o Compra Direta é a porta de entrada para produtores que nunca participaram de nenhum outro programa com garantia de venda. O programa fortalece a agricultura familiar, ao garantir compra de produtos, promove o desenvolvimento local com o escoamento da produção no próprio município e complementa a alimentação em instituições sociais para famílias que vivem em situação de vulnerabilidade social e insegurança alimentar.

O prefeito de Umuarama, Moacir Silva, afirma que o programa evita a migração de agricultores para centros urbanos. “Cerca de 6,5% da população do noroeste do Estado vive no campo, e o Compra Direta assegura renda aos pequenos produtores. Este e programas como a distribuição de calcário, a readequação de estadas e a Patrulha Rural são fundamentais para melhorar a vida dos agricultores paranaenses”.

Para Jurandira Borges dos Santos, presidente do Asilo Lar São Vicente de Paula, de Umuarama, os alimentos recebidos do programa atendem 98 idosos diariamente. “Não tínhamos as frutas e verduras que hoje recebemos do Compra Direta. Com os alimentos, ajudamos na nutrição dos idosos que precisam de um cardápio reforçado para suprir eventuais carências nutricionais”.

O agricultor Osmar da Silva Medeiros, 63 anos, de Cafezal do Sul, fornece verduras e legumes às escolas municipais e creches. “Com o dinheiro dos produtos que vendemos ao Compra Direta, investimos em insumos e sementes para aumentar a produção de legumes e verduras da horta. E também estamos construindo um forno de assar pão.”

Participaram da assinatura dos aditivos do Compra Direta os prefeitos de Cafezal do Sul, São Tomé, Xambrê, Mariluz, Francisco Alves, Umuarama, Pérola, São Jorge do Patrocínio, São Manoel do Paraná, Indianópolis, Maria Helena, São Tomé, Tapejara, Cidade Gaúcha, Terra Roxa, Perobal, Alto Paraíso, Ivaté, Douradina, Rondon, Esperança Nova, Altônia, Alto Piquiri, Jussara, Tuneiras do Oeste, e os deputados estaduais Jonas Guimarães e Fernando Scanavaca e o deputado federal Osmar Serraglio.

VALORES- Em Cianorte, serão beneficiados 332 agricultores e 109 entidades de 11 municípios. O valor do aditivo é de R$ 1,4 milhão. Em Umuarama, 339 agricultores e 186 entidades de 20 municípios participam do Compra Direta, com valor do aditivo de R$ 1,6 milhão.