Por Elizangela Jubanski e Geovane Barreiro

Indicativo de greve foi aprovado na noite de ontem em assembleia. Foto: Sismmac

Cerca de 800 professores da rede municipal de Curitiba aprovaram um indicativo de greve para o dia 15 de março. A assembleia aconteceu noite desta segunda-feira (20) e uma nova reunião está marcada para acontecer no dia 9 de março. A última promete deflagrar a greve.

De acordo com o sindicato da categoria Sismmac (Sindicato dos Servidores do Magistério Municipal de Curitiba), a decisão foi motivada tanto pela conjuntura local quanto pelo cenário nacional ‘de ataques aos direitos dos trabalhadores, com a Reforma da Previdência em tramitação’, segundo o sindicato.

Uma das diretoras do Sismmac, Viviane Bastos, explicou que não há o cumprimento de um reajuste planejado. “A categoria está em alerta por conta dos anúncios feitos pelo prefeito Rafael Greca de que não vai pagar o reajuste salarial obrigatório da inflação, que é dia 31 de março. Também não houve pagamento do plano de carreira do magistério municipal. Ano passado, aguardávamos uma transposição para uma nova tabela salarial, que garantia para o magistério uma finalização de uma implementação de plano de carreira e que já estávamos recebendo na gestão passada. Agora, eles não honraram com os compromissos e estão anunciando que não conseguirão pagar”, afirmou à Banda B, na manhã desta terça-feira (21).

A diretora afirma ainda que não há uma conversa direta entre categoria e representantes da educação de Curitiba. “Eles não chamaram o sindicato para conversar, não deram respostas concretas, nem oficiais”, declarou.

A pauta de reivindicações da categoria foi confeccionada durante a assembleia e consta ainda com outros 22 itens, como reajuste salarial de 15%, transição para o novo Plano de Carreira, gestão democrática tanto no Instituto Curitiba de Saúde (ICS) quanto no Instituto de Previdência dos Servidores do Município de Curitiba (IPMC), e melhoria das condições de trabalho.

Além disso, a categoria também realizará um ato na Câmara dos Vereadores na próxima quarta-feira, dia 22 de fevereiro, às 9h. A proposta de ajuste fiscal do prefeito Rafael Greca deverá iniciar a tramitação na Câmara nesta data e os professores informaram que irão marcar presença no local.

Prefeitura

Em nota, a prefeitura de Curitiba informou que a Secretaria Municipal da Educação recebeu os representantes do Sindicato  dos Servidores do Magistério Municipal de Curitiba (Sismmac) na última sexta-feira (17) para tratar de temas propostos pelo Sindicato. A Secretaria da Educação mantém a postura de diálogo com os servidores.