Da Redação

Reprodução

Reprodução

O Procon Municipal de Cabedelo, na Paraíba, voltou atrás e declarou que não é a favor da proibição do jogo para smartphones Pokémon Go. Em entrevista ao Jornal da Paraíba, o secretário adjunto do órgão, Tárcio Nóbrega, havia chegado a confirmar que uma medida contra o aplicativo estava em fase inicial.

Desta vez, em nota postada no Facebook, o Procon de Cabedelo disse que não é a favor da proibição do jogo. “Na verdade, estamos sim preocupados com os acidentes e a violência gerada pelo uso descontrolado do jogo, mas não queremos proibir. O que pretendemos é criar meios que evitem acidentes e mortes, além de educar os jogadores para o uso consciente”, disse a nota.

Questionado sobre um posicionamento anterior no Facebook, o órgão informou que tudo não passou de um equívoco. “Realmente, precipitadamente, foi postado esse banner, mas após consultar técnicos da área percebemos que não há necessidade do bloqueio. Fique tranquilo que não iremos promover qualquer ação para bloquear o jogo”, concluiu.

Notícia Relacionada:

http://www.bandab.com.br/jornalismo/procon-da-paraiba-estuda-proibir-pokemon-go-em-todo-o-brasil/