Da Redação

O Procon de Cabedelo, no estado da Paraíba, está em fase inicial de preparação de uma medida contra o aplicativo Pokémon Go em todo o território nacional. A informação foi confirmada na última semana pelo secretário adjunto do órgão, Tárcio Nóbrega, ao Jornal da Paraíba. Ele afirma que o órgão está preocupado com os efeitos negativos do jogo.

pokemongo

Divulgação

“Vêm acontecendo mortes, assaltos, acidentes, então queremos estudar isso para conscientizar as pessoas. Ainda não temos uma ação concreta definida. O Procon se preocupa com a segurança, saúde e proteção do consumidor “, afirmou o secretário adjunto.

O processo inicial do Procon, segundo o secretário, está sendo formado com base em notícias nocivas ao consumidor e deve ser levado ao Procon do Ministério Público.

Segundo o diretor do MP-Procon, Glauberto Bezerra, o órgão ainda não foi procurado pelo Procon para fechar a possível parceria para proibir Pokémon GO.”Não falaram conosco ainda. Isso merece um estudo mais apropriado, merece análise de dados dos acidentes, do número de pessoas assaltadas. Até agora não tenho conhecimento disso”, afirmou.

A matéria do Jornal da Paraíba foi retirado do ar após algum tempo no ar.