Redação

Está marcado para o dia 16 de junho, em Curitiba, um grande protesto contra a homofobia. A manifestação vai acontecer na Boca Maldita, no Centro da capital paranaense. Com os lemas “Nesta Copa, homofobia não rola!” e “Para a homofobia, cartão vermelho!”, ativistas lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais (LGBT) fará manifestação nos dias 16 de junho quando acontecem na capital paranaense os jogos de Irã e Nigéria, e Argélia e Rússia.

No Irã e partes da Nigéria há pena de morte para homossexuais. Na Argélia, prisão e multa. E na Rússia uma legislação que proíbe a liberdade de expressão dos gays que não podem fazer propaganda da homossexualidade para menores de 18 anos mas que na prática baniu paradas e manifestações públicas de afeto ou as cores do arco-íris.

“O objetivo das intervenções em Curitiba é denunciar ao mundo a maneira como alguns dos países participantes da competição da FIFA comportam-se frente às pessoas LGBT, matando, prendendo e perseguindo as pessoas com base na sua orientação sexual, distinta da heteronormatividade imposta, e/ou a criminalização de alguma forma, mesmo que indireta, dos comportamentos homossexuais, expressões públicas de afeto entre pessoas do mesmo sexo ou ainda a maneira como a pessoa vivencia sua experiência íntima com o seu gênero”, afirmam os manifestantes.