Da SMCS

A Prefeitura de Curitiba montou uma força-tarefa para atender a população da região do Tatuquara, atingida pela fumaça do incêndio ocorrido nesta madrugada no depósito da fabricante de eletrodomésticos Electrolux, na Rodovia do Xisto. O fogo foi controlado, mas o tempo fechado está dificultando que a fumaça se dissipe.

A orientação do Corpo de Bombeiros é no sentido de evitar a permanência de pessoas num raio de 3 quilômetros do local do incêndio, até que a fumaça se disperse. Alguns componentes do barracão eram infláveis e em contato com as chamas podem ter produzido gases tóxicos.

Atendendo determinação do Corpo de Bombeiros e da Guarda Municipal de Curitiba, a Secretaria Municipal da Educação cancelou as aulas em três escolas e sete CMEIs durante o dia de hoje. No período da tarde não haverá atividades nas escolas municipais Darcy Ribeiro, Dona Pompillia e Newton Borges. Nos CMEIs a fumaça atingiu também as unidades Vó Ana, Moradias da Ordem, Santa Rita, José Carlos Pizani, Rurbana, Cajueiro e Edondy Silvério.  A medida é preventiva para evitar problemas respiratórios e alérgicos nas crianças, em decorrência da fumaça espessa que atinge o céu da região.

As crianças cujos pais não podem buscar os filhos do período da manhã  estão sendo levadas para outras unidades da região, distantes do raio da fumaça. Todo o atendimento e o deslocamento dos estudantes para outras unidades está sendo organizado e realizado pelo núcleo regional de educação do Pinheirinho.

Saúde

Duas ambulâncias do Samu estão acompanhando o trabalho dos bombeiros e estão de prontidão na frente da Unidade de Saúde Moradias da Ordem, no Tatuquara. Além disso, as outras ambulâncias que atendem Curitiba não estão encaminhando os pacientes para a UPA do Pinheirinho, que está com a sala de emergências livre para atender vítimas do incêndio.

O Hospital do Idoso tem duas vagas de UTI reservadas para atender vítimas e os hospitais do Trabalhador e Evangélico também estão de sobreaviso. Dois homens do brigada de incêndio da Electrolux estão internados no setor de queimados do Evangélico.

O distrito do Pinheirinho, principalmente as unidades de saúde Moradias Santa Rita e Moradias da Ordem, estão de prontidão para atender as pessoas com problemas respiratórios (por enquanto só quatro procuraram as unidades). Os moradores da região devem estar atentos e procurar atendimento nas unidades de saúde se sentirem sintomas como tontura, enjoo, tosse, dor de cabeça. Essa observação deve continuar nas próximas semanas.

divulgaçaosmc

(Foto: Divulgação SMCS)

A Defesa Civil distribui máscaras para os moradores da região, pois a fumaça já atingiu as casas. O administrador da Regional Pinheirinho e coordenador da Defesa Civil, Edgar Otto Hauber Junior, acompanhou toda a movimentação e informa que todas as providências possíveis estão sendo tomadas pela Prefeitura. “Estamos com equipes da Saúde e a Defesa Civil no local. Evacuamos os equipamentos no entorno da fábrica que correm algum risco e a situação está sob controle”, informa.

A Administração Regional está organizando abrigo para os atingidos no ginásio Santa Rita.

Trânsito

A Setran enviou agentes para analisar a situação do trânsito na região do incêndio e decidiu que não há necessidade de intervenção (desvios e bloqueios).

O trânsito na rodovia está lento devido à curiosidade dos motoristas, que estão reduzindo a velocidade para ver a região do incêndio. O trabalho de rescaldo do incêndio feito pelo Corpo de Bombeiros é interno, na própria fábrica, não afetando o trânsito.