A população de Curitiba poderá ver de perto como é feito o monitoramento do transporte coletivo e do trânsito na cidade. Uma central de controle operacional começou a ser instalada nesta quinta-feira (21) dentro de uma estação-tubo montada temporariamente no calçadão da Rua XV de Novembro, e ficará aberta ao público por duas semanas, a partir do dia 28. A iniciativa faz parte das comemorações dos 320 anos da cidade e dos 50 anos da Urbs, a serem completados em agosto.

SMCS

A unidade permitirá que os cidadãos acompanhem o que está acontecendo no trânsito e no transporte da cidade em tempo real. A estação estará conectada ao Centro de Controle Operacional (CCO) da Urbs e terá operadores de transporte coletivo e da Secretaria Municipal de Trânsito (Setran). Monitores e estações de trabalho como as que existem no CCO estarão funcionando na estação tubo das 8h30 às 18h30.

Implantado em abril do ano passado com cinco câmeras de monitoramento de trânsito e sistema acompanhamento em tempo real de todos os ônibus do transporte coletivo, o CCO conta, atualmente, com 24 câmeras instaladas em ruas da cidade e cerca de 400 câmeras em estações tubo e terminais de transporte.Das 400 instaladas, 208 estão funcionando integradas ao sistema a partir deste ano, 208 câmeras estão em funcionamento e as outras serão ligadas gradativamente nos próximos meses. O projeto prevê 89 câmeras nas ruas para monitoramento do trânsito e 622 nas estações e terminais.

Além das câmeras, o CCO conta com o sistema de bilhetagem eletrônica que garante o acompanhamento, em tempo real, dos ônibus do transporte, equipados com computadores de bordo, GPS e dispositivos na parte elétrica.

O sistema também permite a comunicação em tempo real do motorista do ônibus com os operadores do CCO e vice-versa. O motorista pode comunicar ao operador, por exemplo, quando acontece um problema mecânico, quando encontra obstáculos como acidentes e obras que o obrigam a mudar de rota, e em caso de assalto ou vandalismo. Da mesma forma, o operador tem condições de comunicar ao motorista se há algum desvio de trajeto a ser feito, ou medidas adotadas em caso de problemas no ônibus e, ainda, agilizar socorro e atendimento quando necessário.

Todas as informações relativas aos ônibus são acompanhadas também, em tempo real, em centrais nas empresas de transporte, o que agiliza as intervenções necessárias. Antes, quando um ônibus tinha problemas, o motorista precisava comunicar à fiscalização, que entrava em contato com a empresa, que só então enviaria um ônibus para substituir o veículo avariado, por exemplo.

Agora, a decisão de substituir um ônibus é imediata, reduzindo o tempo de espera de motoristas e passageiros.

As informações geradas em tempo real passam a compor um relatório que é uma importante ferramenta de gerenciamento, operação e planejamento, tanto do trânsito quanto do transporte.

O funcionamento do CCO de Curitiba, um dos mais modernos do país, tem despertado interesse da população, o que levou à decisão da Prefeitura de instalar uma unidade no Centro da cidade para que as pessoas possam conhecer o que acontece nas ruas e nos ônibus, acompanhando as decisões tomadas em tempo real no trânsito e no transporte coletivo.