Da SMCS

A Prefeitura de Curitiba entrou nesta sexta-feira (16) com medida judicial para que o Governo do Estado cumpra sua responsabilidade e efetue o pagamento do valor pendente de R$ 15,6 milhões, referentes ao convênio assinado para viabilizar os jogos da Copa do Mundo 2014 na cidade.

arena

(Foto: Arquivo Banda B)

Em nota enviada à imprensa, a administração municipal diz que se surpreendeu com a proposta encaminhada pelo Estado, que condiciona o pagamento dos valores devidos à assinatura de novo convênio para que sejam liberados mais recursos públicos. Sobre a proposta do Governo do Estado para liberação de novos recursos públicos, a Prefeitura de Curitiba informa que vai aguardar a manifestação do governador Beto Richa, que está em viagem internacional.

Em recentes declarações, publicadas pela imprensa, o governador se mostrou contrário à liberação de mais recursos públicos para cobrir custos da reforma do estádio.

“Nós não vamos pagar essa conta. O estádio é privado e o Atlético é responsável pelos custos e pelas garantias. Vocês conhecem a prefeitura, o governo do estado e os dirigentes do Atlético. Vocês sabem quem está falando a verdade”, afirmou o governador ao Jornal Gazeta do Povo em fevereiro deste ano.

O governo ainda não divulgou nota sobre a decisão da Prefeitura.