Da Redação com SMCS

A Prefeitura de Curitiba apresentou ao Governo Federal na noite desta quinta-feira (12) uma série de projetos que visam melhorar a mobilidade na capital. Entre os projetos está a implantação de um Veículo Leve sobre Pneus (VLP) elétrico que ligue o bairro Cachoeira, na região norte da cidade, ao Centro em sua primeira fase, utilizando a atual linha férrea da cidade. O VLP foi idealizado pelo ex-prefeito e ex-governador Jaime Lerner, e o custo do primeiro trecho é estimado em R$ 500 milhões.

De acordo com a prefeitura, outros 10 projetos foram apresentados à ministra do Planejamento, Miriam Belchior, com investimentos previstos em R$ 5,3 bilhões. Na área de transporte, também foram apresentados novos terminais, anéis viários para escoar o trânsito, trincheiras para desafogar o tráfego em pontos estratégicos da cidade, Linha Verde com cinco pistas para todos os tipos de veículos. Aliada à rede cicloviária e ao Plano Diretor de Calçadas, ambos em fase de elaboração pelo Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), Curitiba terá diversos modais de transporte integrados entre si.

De acordo com o prefeito Gustavo Fruet, o Ministério do Planejamento deverá se manifestar num prazo aproximado de duas semanas sobre as propostas de Curitiba. Caso os projetos prioritários sejam aprovados, a liberação dos recursos poderá ocorrer ainda este ano, por via orçamentária ou por financiamento. Desta forma, os prazos de realização deverão ser cumpridos entre novembro de 2013 e julho de 2018. “Como Curitiba já vinha trabalhando há quatro meses nesses projetos, temos condições de iniciar a execução nos próximos meses. E foi exatamente o conhecimento demonstrado sobre a cidade e o nível de detalhamento dos projetos que impressionou a ministra Miriam Belchior”, disse Fruet.

Nos últimos dias o governo federal ouviu oito prefeitos e oito governadores a respeito dos projetos de mobilidade existentes. “Esses projetos representam um ganho imenso para a cidade de Curitiba em termos de mobilidade realizada com qualidade, conforto e segurança. São projetos modernos e inovadores que devolvem ao Ippuc o protagonismo no planejamento da cidade de Curitiba”, comentou o presidente do Instituto, o arquiteto Sérgio Póvoa Pires.