Segundo o Portal G1, uma investigação do Ministério Público (MP) do Paraná mostra que a relação entre e prefeito interino de Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba, José Renato Strapasson, do PTB, mais conhecido como Pelé, e a ex-prefeita Bete Pavin (PSDB) é antiga. A tucana é investigada por ser suspeita de contratar Strapasson para trabalhar na Assembleia Legislativa do Paraná quando ela era deputada estadual. A suspeita é de que Strapasson não cumpria expediente na Casa. Ele seria um funcionário fantasma e, por isso, também é alvo de investigação.

Nesta segunda-feira (7), o G1 teve acesso aos documentos da investigação. O procedimento foi protocolado no Ministério Público quatro dias após as denúncias, feitas pela RPC TV, em julho de 2008. Desde então, foram levantados diversos documentos para tentar comprovar a ligação dos fantasmas com Bete Pavin.

Para ler a matéria completa clique aqui.