Por Marina Sequinel e Luiz Henrique de Oliveira

Mais de 100 mil turistas estrangeiros devem desembarcar em Curitiba para a Copa do Mundo no mês que vem. Entre eles, espera-se cerca de 20 mil espanhóis e 10 mil australianos, além de outros milhares de equatorianos, nigerianos, argelinos, hondurenhos, russos e iranianos – torcedores das seleções que vão jogar na capital paranaense.

Apesar de o primeiro jogo no estádio da Arena da Baixada estar marcado apenas para o próximo dia 16 de junho, o evento começa antes em Curitiba, com a chegada dos jogadores espanhóis no dia 8. Toda a organização turística está preparada e já conta com diferentes projetos e novidades.

praca-da-espanha

Televisão espanhola vai fazer link ao vivo na Praça da Espanha. (Foto: Jaelson Lucas/SMCS)

Um exemplo é o link ao vivo de televisão que será feito na Praça da Espanha, no bairro Bigorrilho, pela rede TVE espanhola, uma das principais da Europa. O link vai abrir seis vezes por dia para transmitir informações sobre os jogadores da seleção campeã do mundo. Outro caso que se destaca é o fechamento de um hotel com 120 apartamentos exclusivos para os iranianos no Centro do município.

Segundo o presidente do Instituto Municipal de Turismo, Paulo Colnaghi, a divulgação mundial da cidade é um legado incalculável. “Nós queremos ser a cidade-sede com a melhor recepção ao turista. O jogo Espanha e Austrália, por exemplo, deve ter 1 bilhão de telespectadores. Agora imagina todas essas pessoas de olho em Curitiba”, declarou ele em entrevista à Banda B nesta terça-feira (13).

A vinda da Espanha é, de acordo com ele, um referencial importante e representa um “bônus” para a cidade. “A seleção espanhola vai se instalar no Centro de Treinamento do Caju e ficar aqui até a participação final deles na Copa. Durante esse período, 600 jornalistas do mundo todo vão acompanhá-los. Curitiba está dando uma atenção especial para o grupo”, completou Colnaghi.

Entre os dias 5 e 8 de junho, deve acontecer a exposição “Espanha e Brasil: unidos pela mesma paixão”, que vai mostrar a história de 241 jogadores brasileiros que atuaram na Espanha desde 1931. “Esse tipo de ação é super importante, principalmente porque, independente da nacionalidade, todos são apaixonados por futebol. Por isso Curitiba vai oferecer todo tipo de produto e souvenires com essa temática para os turistas”, disse o presidente.

Os torcedores que mais devem gastar na capital devem ser os russos, apontam as expectativas, principalmente devido ao alto poder aquisitivo. Eles vem à cidade para assistir ao jogo da Rússia contra a Argélia. “Nós vamos ter mapas e muitos outros artigos na língua deles. Curitiba está se mobilizando para receber todos os estrangeiros, mostrando que eles são muito bem-vindos aqui”, concluiu.

Comunidade espanhola

A comunidade espanhola de Curitiba está bastante animada com a chegada dos espanhóis e também já está preparada para recebê-los. “Nós vamos estar de portas abertas para eles, principalmente porque essa é a primeira vez que a capital vai acolher tantas pessoas dessa nacionalidade”, afirmou Blanca Hernando Barco, presidente do Centro Espanhol do Paraná.

espanhois

Grupo folclórico espanhol será uma das atrações em Curitiba para os turistas. (Foto: Divulgação)

O local vai contar com uma programação especial para os dias dos jogos da seleção campeã e também com a apresentação do grupo folclórico, que promete “colorir” a estadia dos turistas e dos membros da comunidade. “O ginásio vai estar todo decorado, vai ser algo bem bonito para que todos possam participar do evento, mesmo que não possam ir aos estádios”, disse ela. Blanca é filha de espanhóis, que vieram morar no Brasil nos anos de 1950.