Da Redação com MP-PR

maracanaFoto: Arquivo Banda B

Três policiais civis, presos em flagrante pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) após oferecerem segurança em troca de propina, foram condenados pela justiça a três anos de cadeia. O caso aconteceu em abril deste ano em Colombo, na região metropolitana de Curitiba, e a decisão foi expedida nesta quarta-feira (12).

De acordo com o Ministério Público do Paraná, o Juízo da 1ª Vara Criminal de Colombo condenou o ex-superintendente da Delegacia do Alto Maracanã e outros dois policiais. A decisão também decretou a perda de cargo dos três.

Segundo a denúncia, os policiais vinham solicitando a entrega de vantagem indevida por parte do comerciante, ao longo de um mês. Em troca, os policiais prometiam prestar um serviço especial de segurança pública para a vítima. A decisão é de primeira instância e ainda cabe recurso.