Por Elizangela Jubanski

desape

Jovem desapareceu em Araucária (Foto: Reprodução Facebook)

O desaparecimento de Carine dos Passos Sampaio, de 24 anos, que completa nesta segunda-feira (5) dezessete dias começa a ter as primeiras linhas de investigação. A Delegacia de Araucária é responsável pelas investigações e faz diligência hoje à tarde, em busca de informações. Para a polícia, a jovem está escondida na casa de alguém.

Para a Banda B, o investigador Marcos da delegacia contou que há várias especulações sobre o caso, mas nada de concreto. “Ela é uma menina muito tímida, calada, não é de sair de casa e de repente acontece algo assim. Temos diligência hoje, e acreditamos que ela esteja viva e na casa de alguém, escondida por algum motivo, com medo de voltar para casa ou até mesmo vergonha”, disse.

A família da jovem investe em colagens de cartazes, saídas por conta própria e, claro, a rede social. A irmã Camila afirmou à Banda B que uma manifestação estava programada para acontecer nesta semana, mas foi adiada por conta do feriado. “Queremos chamar a atenção e como é feriado, talvez, a gente não tenha o mesmo efeito”

Sumiço

Carine trabalha em uma rede de supermercados em Curitiba e mora com a família no bairro Thomas Coelho, em Araucária, na região metropolitana de Curitiba. Ela foi vista pela última vez na sexta-feira (19) à noite em sua residência.

A família contou que a Carine não levou nenhuma mala ou muda de roupa. “Nós vimos algumas imagens de câmeras de segurança e ela saiu de pijama e chinelo azul. Não temos ideia de onde ela pretendia ir”, lamentou. Por fim, Cassilda afirmou que a filha andava com sintomas de depressão. “Ela sempre foi quieta e andava mais calada que o normal. Não tomava remédios fortes, mas estávamos investigando uma possível depressão”, concluiu.“Estava tudo bem. Estouramos pipoca e ela disse que estava com dor de cabeça e no peito. Então ela tomou dipirona para passar e ficou dormindo no sofá. Quando acordei, não a encontrei mais”, descreveu Cassilda dos Passos Sampaio, a mãe da jovem.

Quem tiver informações sobre Carine pode entrar em contato com a Polícia Militar via 190 ou também com a Delegacia de Araucária, (41) 3641-6000.