Por Luiz Henrique de Oliveira e Antônio Nascimento

O Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) trabalha para tentar desvendar os mistérios por trás da morte do policial civil Ubiraci Mendes, de 53 anos, que atualmente estava afastado por uma decisão judicial, uma vez que respondia a uma ação civil pública. O crime aconteceu na noite da última sexta-feira (26) em um bar na Vila Sandra, no bairro Campo Comprido, em Curitiba.

ubiraciInvestigador morreu dentro de bar no Campo Comprido (Foto: Reprodução Facebook)

De acordo com o delegado Rodrigo Brown de Oliveira, do Cope, a polícia tenta buscar informações sobre o caso e não descarta que o investigador tenha sido morto por desafetos ‘que ganhou na profissão’ de policial.

“Todos os trabalhos policiais que ele desenvolveu e possíveis desafetos estão sendo levantados para se tentar elucidar o crime. Além de questões pessoais também, porque as testemunhas pouco revelaram e colaboraram no dia do crime. O que também prejudica é que os autores estavam de capacete e fugiram em uma motocicleta não identificada”, explicou o delegado à Banda B.

Segundo Brown, as informações dão conta que o investigador era tranquilo, o que chamou a atenção pela forma que o crime ocorreu. “Foi uma execução. Tudo indica que os matadores premeditaram e foram lá para matar o investigador”, disse.

O crime ocorreu por volta das 21 horas em um bar localizado rua Monsenhor João Augusto Sobrinho, que fica perto da casa da vítima. Testemunhas disseram que ele frequentava o local e foi surpreendido pelos assassinos.

Notícias Relacionadas: