Redação com agências

noiva-2

Noiva que morreu em acidente de helicóptero na Grande São Paulo (Foto: Reprodução/Facebook)

A Polícia Científica investiga a queda de um helicóptero que matou quatro pessoas, incluindo uma noiva que estava a caminho de seu casamento, na grande São Paulo na tarde de domingo (4). Uma equipe de peritos Instituto de Criminalística da Polícia Civil e também especialistas da Aeronáutica estão no local, em Itapecerica da Serra, investigando as causas do acidente na manhã de hoje.

A festa estava marcada para ocorrer em um espaço para casamentos em São Lourenço da Serra, na Grande São Paulo. A aeronave, modelo Robinson 44, voava em direção ao sítio Recanto Beija­Flor, na mesma cidade, onde haveria a festa. Caiu por volta das 16h, perto da rodovia Régis Bittencourt, que liga São Paulo ao Sul, e a 5 km de onde estava programada a celebração.

A noiva tinha o sonho de chegar ao casamento de helicóptero, segundo o dono do buffet e responsável pela organização da festa, Carlos Eduardo Batista. O noivo a aguardava no altar. Ele foi o primeiro na festa a ser informado do acidente.

Também morreram o piloto, Peterson Pinheiro, o irmão da noiva, Silvano Nascimento da Silva, e a fotógrafa Nayla Cristina Neves Lousada. “O noivo não sabia que ela chegaria de helicóptero. Seria uma surpresa para ele e para todas as pessoas da festa. Todas as noivas têm um sonho e o dela era chegar de helicóptero a seu casamento sem que ninguém soubesse”, disse Carlos, um dos poucos que sabia da surpresa para poder organizá-la.