Um suspeito de tráfico de drogas, que guardava 11 quilos de cocaína em sua casa, foi preso em flagrante na manhã desta terça-feira (22) em Campo Largo, na região metropolitana de Curitiba. De acordo com o delegado Amarildo José Antunes, da Delegacia de Furtos e Roubos (DFR) da capital, a denúncia de um popular levou a polícia até esta casa e se a droga fosse vendida, ele poderia lucrar cerca de R$ 500 mil.

Antônio Nascimento – Banda B

“Este popular suspeitou de um depósito de material estranho em um horário suspeito. Lá, este homem que foi detido garantiu que não sabia que a droga estava na residência, mas a história não convenceu”, disse.

De acordo com o delegado, a equipe encontrou o homem alguns minutos antes, que confirmou que uma prensa hidráulica também havia sido deixada na casa por uma pessoa chamada Rodolfo, morador de Santa Catarina. “Então os investigadores perguntaram se havia mais alguma coisa e ele respondeu que havia uma bolsa. Na bolsa eles encontraram toda a droga e então o prenderam em flagrante por tráfico de entorpecentes”, contou.

O delegado disse que, em depoimento, Jesus afirmou que ganharia R$ 1 mil para abrigar a droga e a prensa em sua casa e que o catarinense voltaria para buscá-las. “Até agora o que temos sobre o outro homem é apenas o primeiro nome e o Estado de origem, mas a Polícia Civil vai buscá-lo também”, concluiu o delegado.

Júlio Cesar de Jesus, 47 anos, está detido na DFR à disposição da justiça.