Da Redação com Catve

Policial militar Francisco Damião pode ter sido vítima de emboscada. (Foto: Reprodução)

Três suspeitos de terem assassinado a tiros o policial militar Francisco Damião, na noite deste sábado (4) em Carbonera, na região de Umuarama, no Noroeste do Paraná, foram mortos em confronto ainda durante a madrugada.

Segundo a Polícia Civil, dois suspeitos foram localizados logo após o crime em uma motocicleta no distrito de Vila Formosa, em Douradina. Os irmãos Renato dos Santos Costa, vulgo Bozó, e Rodrigo dos Santos Costas, conhecido como Pingo, entraram em luta corporal com os militares durante abordagem, tentaram retirar as armas dos policiais, que acabaram disparando contra a dupla.

Com os irmãos, foram encontradas duas armas de fogo, um revólver calibre 38 e uma pistola 9 milímetros. Eles eram moradores da cidade de Ivaté e possuíam várias passagens pela polícia. Os dois morreram na hora.

O segundo confronto aconteceu por volta das 4h, no distrito de Carbonera. Claudinei dos Santos Souza, de 22 anos, também disparou contra os policiais na abordagem, e acabou sendo baleado. Com eles, foi encontrado um revólver calibre 38.

O crime

O PM Damião foi morto dentro da viatura, ao chegar na comunidade de Carbonera. Ele estava sozinho e foi até o local após ser acionado por moradores, que suspeitavam do trio que estaria circulando a região durante o dia.

Assim que o policial chegou no local, o grupo disparou diversas vezes contra ele, que morreu na hora. O soldado Damião já atuou no 6ª BPM em Cascavel.

O corpo do policial está no Instituto Médico Legal (IML) de Umuarama e deve ser liberado até o fim da manhã para o sepultamento.

Leia mais notícias do Paraná aqui.