A Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) começa neste mês a elaboração do Plano Diretor dos Sistemas de Abastecimento de Água do Litoral, que vai levantar as necessidades de planejamento e de investimentos para os próximos 30 anos. Serão estudados os sistemas de abastecimento dos cinco municípios atendidos pela Sanepar (Matinhos, Pontal do Paraná, Morretes, Guaratuba e Guaraqueçaba).

“A Sanepar precisa acompanhar a evolução demográfica dos municípios e o comportamento de consumo dos clientes, para poder implementar a infraestrutura compatível com a demanda máxima”, explica o presidente da empresa, Antonio Hallage.

O plano diretor é um macrodiagnóstico das instalações atuais e apresenta o conjunto de propostas para o desenvolvimento dos sistemas. Após o estudo detalhado, e com base em um conjunto de informações públicas e privadas, são dimensionadas as necessidades de implantação ou de ampliação dos sistemas de abastecimento de água.

Especificidades

As propostas podem contemplar incrementos, como obras civis e instalação de equipamentos no sistema de produção, de tratamento, de reservação, de transporte e de distribuição de água. “Cada sistema tem as suas especificidades que precisam ser atendidas, desde o ponto de captação da água bruta, no manancial, até a entrega da água tratada em quantidade e qualidade na casa do cliente”, informa o diretor de Investimentos, João Martinho Cleto Reis Jr.

A população fixa nos cinco municípios litorâneos atendidos pela Sanepar é de 120 mil moradores, ultrapassando 470 mil durante a temporada de verão. Nos períodos de pico (Ano Novo e Carnaval), entretanto, chega a superar 1 milhão de pessoas, o que eleva exponencialmente a demanda por água tratada.

Além da grande variação nos períodos de alta e baixa temporada, a Sanepar já identificou preliminarmente que o sistema de Morretes e o sistema integrado de Matinhos e Pontal do Paraná poderão, no curto prazo, apresentar problemas de produção e reservação, respectivamente. Também devem ser previstas as intervenções necessárias para acompanhar os grandes investimentos relacionados à exploração de petróleo da camada pré-sal, que devem atrair empresas e trabalhadores, especialmente em Pontal do Paraná.

A previsão é concluir o Plano Diretor dos Sistemas de Abastecimento de Água do Litoral em 18 meses. Posteriormente, serão contratados os projetos de ampliação do sistema. Na sequência, a Sanepar deve contratar as obras. Os últimos estudos na região litorânea foram realizados em 2000 e as obras, apontadas na época como necessárias, foram concluídas em 2008.