Por Elizangela Jubanski e Danaê Bubalo

atropelamento-jardim botanico-jdentroPedestre está internado em estado grave. Foto: DB/Banda B

Um homem com cerca de 45 anos ficou gravemente ferido depois de ser atropelado por um biarticulado na Avenida Afonso Camargo, no bairro Jardim Botânico em Curitiba. O atropelamento aconteceu por volta das 22 horas desta segunda feira (17) e a vítima ainda não foi identificada oficialmente. O pedestre teria tentado atravessar a canaleta, passando por trás de um ônibus parado. O homem está ferido, foi socorrido e corre risco de morte. Nenhum passageiro se feriu.

Segundo o motorista do ônibus da linha Centenário/Campo Comprido, a vítima saiu de trás de um ligeirinho. “Ele atravessou a canaleta, saiu de trás do ligeirinho e apareceu na frente do biarticulado. Não tive o que fazer, pisei o pé no freio e esperei bater. Eu não estava em alta velocidade, ainda bem”, disse Sérgio Fernandes, que trabalha há 8 anos na profissão e nunca tinha se envolvido em um acidente. Todos os passageiros estavam sentados e não se feriram com o impacto da batida.

Uma equipe do Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate), do Corpo de Bombeiros, esteve no local e encaminhou a vítima em estado grave ao Hospital Cajuru. O trânsito não chegou a ser bloqueado.

atropelamento-taxiIdoso foi socorrido em estado grave. Foto: DB/Banda B

Centro

Um idoso de 72 anos também teve ferimentos após ser atropelado por um táxi, um veículo Cobalt, no Centro de Curitiba. O fato aconteceu por volta das 21 horas no cruzamento da Avenida Marechal Deodoro com a rua  Monsenhor Celso. Segundo testemunhas do acidente, Lourival Schultz atravessava a Marechal, sentido calçadão da Rua XV, quando o motorista do táxi teria furado o sinal vermelho e atingido o idoso. “O sinal para os carros estava fechado e para a gente estava aberto. Eu vi tudo, paramos na hora para dar assistência para ele”, disse Davi Fontineli à Banda B.

O trânsito não ficou bloqueado, apenas uma pista da Avenida Marechal Deodoro ficou interditada até a confecção do Boletim de Ocorrência e a retirada do carro envolvido. O motorista do táxi parou no local e prestou socorro à vítima. Uma equipe do Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate), do Corpo de Bombeiros, foi acionada e encaminhou a vítima até o Hospital Cajuru.