SMCS
Tubotecas são um sucesso para a Prefeitura

As prateleiras das tubotecas, bibliotecas informais instaladas em estações-tubo do transporte coletivo de Curitiba, estão vazias. Isso é comemorado pela Fundação Cultural de Curitiba (FCC). Em entrevista à Banda B, nesta sexta-feira (19), Marcos Cordiolli, presidente da FCC, afirmou que os passageiros estão trocando os celulares pelos livros.

“Antes nós víamos passageiros mexendo nos celulares sem parar e agora nós já conseguimos os ver lendo livros. Acredito que para quem apóia a cultura isto deve ser comemorado. As tubotecas estão vazias e assim que um título chega já é levado por outro usuário. Isto é uma notícia muito boa”, afirmou.

Questionado sobre a possibilidade dos usuários não estarem devolvendo os livros, Cordiolli negou. “Nós não acreditamos nisto. Alguns livros têm várias páginas e demoram a serem lidos. As tubotecas foram inauguradas recentemente e esta questão está dentro da normalidade”, garantiu.

A falta de livros nas prateleiras também não preocupa o presidente da FCC. “Inúmeras instituições tem interesse em doar livros. Só a Universidade Federal do Paraná (UFPR) planeja nos entregar mais de 5 mil volumes”, concluiu.

Confira onde funcionam as tubotecas:

Praça Rui Barbosa
– Estação da linha Pinheirinho/Rui Barbosa
– Estação da linha Pinhais/Rui Barbosa
– Estação da linha Centenário/Campo Comprido (dois sentidos)

Estação Central
– Estação da linha Santa Cândida/Capão Raso (ambos os sentidos)

Praça Carlos Gomes
– Estação da linha Boqueirão e Ligeirão Boqueirão

Rua Lourenço Pinto
– Estação da linha Ligeirão Pinheirinho/Carlos Gomes

Avenida Marechal Floriano Peixoto (na Linha Verde)
– Ligeirão Pinheirinho/Carlos Gomes (ambos os sentidos)