Redação

Após protesto de usuários e também reclamações formais do Procon, a Metrocard, associação que representa as empresas operadoras do transporte público na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), informou nesta quarta-feira (14) que vai suspender a cobrança mínima de dez passagens para emitir o cartão de ônibus. A medida passa a valer a partir desta quinta-feira (15).

Muitos passageiros reclamaram da exigência de gastar no mínimo R$ 33,00, o equivalente a 10 passagens, para obter o cartão-transporte. O caso chegou ao Procon que considerou a exigência abusiva e questionou a cobrança, que começou a valer no início deste mês.

Ao ser notificada, a Comec,  órgão do governo estadual responsável pela gerência do transporte coletivo metropolitano, informou que já havia solicitado a Metrocard que suspendesse a exigência. Assim a partir de hoje, o usuário pode comprar apenas uma passagem, gastando R$ 3,30, para adquirir o cartão que vale para as viagens na região metropolitana de Curitiba.