Parceria entre Secretaria de Estado da Saúde e Sociedades Paranaenses de Cardiologia e Endocrinologia (SPC e SBEM-PR) garantirá uma série de cursos para profissionais que atuam na atenção primária à saúde do Paraná. As capacitações serão divididas em módulos temáticos relacionados às duas áreas e ocorrerão ainda neste primeiro semestre.

O acordo foi firmado nesta terça-feira (19/02) durante encontro do secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto, com representantes das duas sociedades médicas. O secretário disse que a educação permanente dos profissionais da atenção primária reflete diretamente na melhoria de indicadores importantes da área da saúde.

“Trabalhando fortemente com o controle da hipertensão, colesterol e diabetes na estratégia de saúde da família, por exemplo, podemos diminuir ainda mais os índices de mortalidade materna”, explicou Caputo Neto. Segundo ele, o controle dessas doenças na atenção primária também pode reduzir a ocorrência de casos de infarto, que geram grande parte das demandas de atendimento em urgência e emergência.

A proposta inicial dos cursos é atingir médicos, enfermeiros, nutricionistas, fisioterapeutas, educadores físicos e agentes comunitários de saúde com temas de relevância da atenção primária. No caso dos médicos, o público alvo também se estende a quem presta atendimento ambulatorial nos consórcios intermunicipais de saúde.

Para envolver agentes comunitários de saúde dos municípios, a proposta prevê ainda cursos regionalizados, alcançando cerca de mil profissionais em quatro eventos macrorregionais.

CONGRESSO – Outra parceria entre a Secretaria da Saúde e a Sociedade Paranaense de Cardiologia resultou no simpósio “Cardiologia na Atenção Primária”, que será realizado no dia 27 de abril, na Expo Unimed em Curitiba. A Secretaria ofertou 150 vagas para médicos e enfermeiros do Estado e as inscrições serão realizadas pelas regionais de saúde. O evento faz parte da programação do Congresso Paranaense de Cardiologia.