Paranaguá, no litoral do Estado, recebe 34 gravuras do acervo do Museu de Arte Contemporânea. A exposição itinerante faz parte do programa Museus Paraná, da Secretaria de Estado da Cultura e fica na Casa de Cultura Monsenhor Celso (Largo Monsenhor Celso, 23 – Centro Histórico de Paranaguá), de sexta-feira (26) até 2 de junho. A entrada é grátis.

As obras são de autores consagrados na técnica da gravura e na história da arte, como Maciej Babinski, Guido Viaro, Antônio Mir, Poty Lazzarotto, Domício Pedroso, Orlando da Silva, Newton Cavalcanti. A abertura da exposição “Gravuras no acervo MAC” será às 19h de sexta-feira e poderá ser visitada de segunda a sexta-feira, das 13h às 19h.

As exposições itinerantes são produzidas a partir das coleções ou do resultado de pesquisas desenvolvidas pelos museus vinculados à Secretaria da Cultura: Paranaense, de Arte Contemporânea do Paraná, Alfredo Andersen, Oscar Niemeyer, e da Imagem e do Som do Paraná. A Coordenação do Patrimônio Cultural da Secretaria também prepara mostras especiais para divulgar bens culturais protegidos pelo Estado, ou outros projetos em desenvolvimento nessa área.

A circulação de itens pertencentes a acervos oficiais requer rigoroso cumprimento de normas e procedimentos técnicos, que assegurem a preservação. As exposições itinerantes são acompanhadas por profissionais especializados em gestão e conservação de acervos. Assim, ao mesmo tempo em que amplia o intercâmbio de conhecimentos sobre obras relevantes do acervo histórico e artístico, o Estado transmite noções técnicas de preservação de acervos, pondo em evidência o papel da comunidade como corresponsável pela guarda e proteção do patrimônio cultural.

A história da gravura de arte no Brasil tem início no começo do século XX. O pioneiro da gravura em metal no país foi Carlos Oswald (1882-1971), que iniciou e orientou um grande número de artistas, como Poty Lazzarotto, Darel Valença, Orlando da Silva, Renina Katz e Fayga Ostrower. Na xilogravura destacou-se Oswaldo Goeldi (1895-1961), que foi professor de Gilvan Samico e Newton Cavalcanti. Outros mestres cuja atuação não pode ser omitida são Lasar Segall e Lívio Abramo.

Serviço:

Exposição “Gravuras no acervo MAC”

Abertura: 26 de abril, às 19 horas

Período expositivo: até 2 de junho de 2013

Local: Casa de Cultura Monsenhor Celso (Largo Monsenhor Celso, 23 – Centro Histórico de Paranaguá).

Entrada é gratuita.