A Polícia Civil do Paraná fará no dia 5 de maio as provas da primeira fase de concurso que vai preencher 26 vagas na classe inicial para o cargo de Delegado de Polícia do Quadro Próprio da Polícia, bem como formação de banco de reservas, para eventual preenchimento de outras vagas mediante autorização governamental. A remuneração para o cargo é de R$ 13.831,10.

O edital do concurso foi publicado no Diário Oficial do Paraná nesta quinta-feira (14), e as inscrições podem ser feitas a partir das 17 horas desta sexta-feira (15), até às 23 horas do dia 8 de abril, pelo site da Coordenadoria de Processos Seletivos da Universidade Estadual de Londrina: www.cops.uel.br.

Podem participar do processo seletivo todos os bacharéis em Direito. Ao final da inscrição, o candidato deverá imprimir o boleto bancário para o pagamento da taxa de inscrição, de R$ 100,00. A inscrição somente será efetivada após a confirmação do pagamento.

De acordo com o secretário da Segurança Pública, Cid Vasques, o concurso é mais uma demonstração dos esforços que estão sendo feitos pelo Governo do Estado para a recomposição das forças de segurança pública. “Essa iniciativa do governador Beto Richa em autorizar um novo concurso vem na tentativa de resolver o problema crônico da falta de delegados”, afirmou. Vasques ressaltou que mais de 30 comarcas hoje no Paraná não contam com delegado e a expectativa da Segurança Pública é resolver esse problema no médio prazo.

“O concurso, além de um anseio da classe e uma necessidade para melhor atendermos a população, é a demonstração do respeito que o governador Beto Richa tem com a Polícia Civil”, disse o delegado-geral da Polícia Civil, Marcus Vinícius da Costa Michelotto.

Segundo o presidente da comissão do concurso da Polícia Civil, delegado Júlio Reis, com a realização de novo concurso abre-se uma boa perspectiva de se lotar delegados em todas as comarcas do Estado, inclusive nas recém-criadas pelo Judiciário. “Além disso, poderemos reforçar o quadro de delegados nas grandes cidades do Interior, destacando a possibilidade de reforço na região de fronteira”, salientou. Reis comenta também que, com a chegada de novos delegados, poderão ser preenchidas vagas em todas as Delegacias da Mulher do Paraná.

Participação

Também são pré-requisitos para a participação: ser brasileiro nato ou naturalizado, ou, no caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo Estatuto de Igualdade entre brasileiros e portugueses; ter, no mínimo, 21 anos de idade; gozar dos direitos civis e políticos; estar quite com as obrigações eleitorais; estar quite com as obrigações do serviço militar, para os candidatos do sexo masculino; não estar incompatibilizado com nova investidura em cargo público; não registrar antecedentes criminais e não responder a processo penal; possuir Carteira Nacional de Habilitação, com exame de saúde dentro do prazo de validade, na categoria B ou superior.

A relação geral dos candidatos que tiveram as inscrições homologadas será divulgada no dia 16 de abril de 2013, também no site da UEL.

Fases

A primeira fase, da prova de conhecimentos gerais, com 100 questões objetivas, será realizada nos municípios de Cascavel, Curitiba e Londrina.

As questões de múltipla escolha (a, b, c, d, e) estão distribuídas entre as áreas de língua portuguesa (10 questões), informática (10), raciocínio lógico (10), direito civil (10), legislação estadual (10), medicina legal (10), direito administrativo (10), direito constitucional (10), direito penal (10), direito processual penal (10).

A seguir, os candidatos selecionados passam pela prova de conhecimentos específicos (prova discursiva), prova de títulos, exame de higidez física, exame de aptidão física e, por fim, exame de investigação de conduta.

Todas as demais informações relativas ao concurso, como convocação de candidatos e resultados de provas e fases, serão divulgadas no site da UEL, responsável pelo planejamento, organização e execução do concurso (www.cops.uel.br).

O concurso tem validade de dois anos, a contar da data da homologação do resultado final no Diário Oficial Executivo, podendo ser prorrogado por igual período.