Uma pesquisa divulgada pelo Paraná Pesquisas à Banda B nesta quarta-feira (13) aponta que para 72% dos curitibanos o possível aumento da tarifa para R$ 2,90 não será justo perante ao que é oferecido pelo transporte coletivo. Com uma amostragem de 430 pessoas maiores de 16 anos, ouvidas entre os dias 23 e 25 de janeiro, o levantamento também mostra que já existe uma insatisfação com o atual preço da tarifa, de R$ 2,60.

A pesquisa tem uma margem de erro de 5%. Em um primeiro momento, os entrevistados foram questionados se achavam justo o atual preço da tarifa, de R$ 2,60. Para 59,77% o valor é caro, 35,81% é justo, 3,95% é barato e 0,47% não souberam opinar.

Sobre a expectativa no aumento que deve acontecer devido ao reajuste do diesel e a database dos motoristas e cobradores, marcada para fevereiro, a maioria, 24,88% dos entrevistados, disseram acreditar que o valor ficará entre R$ 2,91 a 3,00. Apesar de apostarem neste valor, para eles, um aumento de R$ 2,90 não condiz com o que é oferecido pelo tranposte coletivo. Para 72,79% este acréscimo seria injusto, para 25,81% é justo e 1,40% não souberam opinar.

Confira abaixo os dados detalhados da pesquisa:

Você considera que o preço atual da passagem do transporte coletivo (R$ 2,60) é caro, barato ou justo?

Caro: 59,77%
Justo: 35,81%
Barato: 3,95%
Não sabe: 0,47%

Este ano provavelmente teremos um aumento da tarifa do transporte coletivo. Para quanto você acredita que subirá a tarifa?

Não sabe: 13,49%
De R$2,61 a R$2,70: 2,79%
De R$2,71 a R$2,80: 14,88%
De R$2,81 a R$2,90: 13,49%
De R$2,91 a R$3,00: 24,88%
De R$3,01 a R$3,10: 17,67%
Mais de R$3,10: 12,79%

Pelo que o transporte coletivo do município de Curitiba oferece, caso a tarifa passe a custar R$2,90, você considera que o aumento seria justo?

Não: 72,79%
Sim: 25,81%
Não sabe: 1,40%

O Governo do Estado deve continuar ajudando financeiramente a custear a rede integrada de transporte que atende Curitiba e Região Metropolitana?

Sim: 86,28%
Não: 11,40%
Não sabe: 2,33%