Reuters
O atual pontífice e Bento 16 rezaram juntos em uma capela e conversaram a sós por 45 minutos

Um papa e um ex-papa se encontraram pela primeira vez em ao menos 600 anos neste sábado, quando o pontífice Francisco viajou ao sul de Roma para encontrar-se com seu antecessor, o “papa emérito Bento 16”.

Francisco, que foi eleito no dia 13 de março, chegou de helicóptero à residência papal de verão em Castelgandolfo, para um encontro e um almoço com Bento 16, que vive lá desde sua renúncia, em 28 de fevereiro.

O porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi, afirmou que Bento 16 e Francisco se abraçaram quando o helicóptero que levava o atual pontífice pousou na residência. Ele afirmou que a saúde de Bento 16 está normal para um homem na sua idade.

O atual pontífice e Bento 16 rezaram juntos em uma capela e conversaram a sós por 45 minutos, antes de iniciarem o almoço ao lado de dois secretários pessoais. Lombardi afirmou que o clima no local foi “como o de uma família”.

Quando foram rezar na capela, Bento 16 ofereceu o lugar de honra, diante do altar, a Francisco, que se negou, dizendo: “Somos irmãos, rezaremos juntos”. Os dois então rezaram no mesmo banco, afirmou Lombardi.

Bento 16, que se tornou o primeiro papa a renunciar em mais de 600 anos, está temporariamente vivendo na residência nas Colinas Albanas.

Ele voltará ao Vaticano após a restauração de um convento, onde ele deve viver pelo restante de sua vida.