Por Elizangela Jubanski

upafazendinha

Problema de infraestrutura afeta atendimento no Fazendinha há 10 meses (Foto: Jornal Fazendinha)

A falta de infraestrutura na Unidade de Pronto Atendimento do Fazendinha está prejudicando o atendimento à população. O painel eletrônico que está fixado na parede de espera está desligado há meses. O motivo? Parou de funcionar. Os pacientes são chamados ‘no grito’. A Prefeitura de Curitiba confirma que o painel está desligado desde novembro do ano passado.

jornaldafazendinha

Painel está apagado faz tempo (Jornal Fazendinha)

Uma médica, que não será identificada, disse à Banda B que a falta do painel prejudica bastante o atendimento aos pacientes. “Isso atrapalha de todas as formas porque a gente tem que chamar no grito os pacientes lá na frente. Às vezes, eles não ouvem, às vezes a pronuncia do nome não é correta, então, eles pensam que não foram chamados. Não temos um controle para saber se tem alguém pulando a fila ou não”, reclama.

Ainda, de acordo com a médica, o tempo de atendimento também é afetado. “A gente tem que sair do consultório e ir chamar o paciente, voltar até o consultório. Isso poderia ser agilizado com o painel e até conseguiríamos atender mais pessoas”.

Enquanto aguardam o conserto do painel eletrônico, médicos chamam pacientes ‘no grito’. “Haja garganta”, finaliza a médica.

Resposta

A Banda B entrou em contato com a Prefeitura de Curitiba que informou que sabe da situação e que o conserto não tem previsão para acontecer. A empresa que forneceu os painéis não faz mais a manutenção dos equipamentos e, por isso, a prefeitura teve de abrir licitação para consertar o painel. De acordo com a assessoria, o processo está na fase de orçamentos.