Por Luiz Henrique de Oliveira e Bruno Henrique

embarquedentro

Fila era grande para o embarque de passageiros no início da manhã (Foto: Bruno Henrique – Banda B)

Uma ‘Operação Tartaruga’, por parte dos funcionários responsáveis pelo Raio-X do Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, gerou transtorno nesta quarta-feira (6). A fila para o embarque era imensa por volta das 7h, o que gerou reclamações por parte dos passageiros.

Segundo um funcionário, que não quis se identificar, a empresa Aeropark, responsável pelo setor de Raio-X, teria decretado falência e deixado de pagar os funcionários desde maio. “Hoje realizamos esta operação padrão, porque precisamos receber o salário”, afirmou.

A Banda B buscou contato com a assessoria de imprensa da Infraero, mas ninguém atendeu as ligações. Por parte da empresa Aeropark, um representante só estaria no aeroporto depois das 9h. Não foi informado se a fila no embarque gerou atrasos nas decolagens.