A quarta edição da megaoperação de segurança pública denominada “Nhapecani” resultou na detenção de 82 pessoas e na apreensão de 315 veículos, 18 armas de fogo, 472 pedras de crack, 21,8 quilos de maconha e 2,5 quilos de cocaína. A operação cobriu todo o território paranaense e teve a participação de aproximadamente 4 mil agentes de Segurança Pública, entre policiais militares, civis, federais e rodoviários, além de mil viaturas de todas as forças.

Das 18h de quarta-feira (24) às 6h desta sexta (26), foram feitas 21.796 abordagens de pessoas em 350 pontos de bloqueio. Também foram cumpridos sete mandados judiciais de busca, apreensão e prisão de foragidos. Somente em Curitiba e Região Metropolitana foram montados 150 pontos de bloqueio.

Durante a operação, que é coordenada pela Polícia Militar, são feitas batidas em locais suspeitos e abordagens para fiscalização de veículos, pessoas e estabelecimentos comerciais, em busca de armas, drogas e foragidos.

“Temos obtido excelentes resultados, porque é uma operação estratégica, de enorme envergadura, com grande mobilização de efetivos e recursos logísticos”, afirma o subcomandante-geral da Polícia Militar, coronel José Vilmar Becker.

Para o delegado adjunto do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), Danilo Zarlenga Crispim, a participação da Polícia Civil facilita e acelera o cumprimento de mandados judiciais em aberto e ajuda na verificação de investigações em andamento. “Estamos todos buscando o melhor resultado para a sociedade no combate à criminalidade”, disse ele.

ABORDAGENS – Entre as 21.796 pessoas abordadas na operação Nhapecani, 83 foram detidas, 58 assistidas e 34 adolescentes foram apreendidos por envolvimento com crimes. Os policiais também se depararam com 43 situações de flagrante e 13 de flagrante de ato infracional. Foram cumpridos sete mandados judiciais e vistoriados 1.048 locais.

Foram vistoriados 11.707 veículos e 328 deles, que estavam em situação irregular, foram apreendidos. Outros 13, que estavam com alerta de furto ou roubo foram recuperados. Foram apreendidas 14 Carteiras Nacionais de Habilitação (CNH) e emitidas 1.206 multas por infrações de trânsito.

Os policiais ainda apreenderam 59 objetos ilícitos ou de contrabando. Das ações, 37 resultaram em assinatura de Termo Circunstanciado. No total, foram apreendidas 18 armas de fogo e 75 munições, além de 472 pedras de crack, 21,8 kg de maconha, 2,5 Kg de cocaína e 120 frascos de lançaperfume.

Com esta ação foi reduzida a incidência de crimes violentos contra a pessoa (homicídios, latrocínios e lesões corporais) e contra o patrimônio (furtos e roubos), tanto a residências quanto ao comércio, bem como os casos de roubos e furtos em veículos. “Para atingir estes objetivos, fizemos uma operação com abrangência estadual, interditando áreas de interesse policial por ações pontuais”, disse o coronel Péricles de Matos, Comandante do 6º CRPM e coordenador operacional da Polícia Militar e da operação Nhapecani no Paraná.