A Polícia Militar coordena a Operação Nhapecani, que reúne forças de segurança em mais de 350 pontos de fiscalização em todo o Paraná, desde as 18h de quarta-feira (24). Trabalham para retirar criminosos de circulação 3,1 mil PMs, 300 policiais civis, 50 policiais federais e 230 policiais rodoviários federais. O resultado será apresentado no fim do trabalho, desencadeado para aumentar a segurança pública em território paranaense, uma das metas do Governo Beto Richa.

A operação foi lançada pelo subcomandante-geral da PM, coronel José Vilmar Becker, e pelo Comandante do 6.º Comando Regional daPM, coronel Péricles de Matos, também coordenador da Nhapecani. Os policiais fazem abordagens, fiscalizam veículos, pessoas e estabelecimentos comerciais, em busca de armas, drogas e foragidos da Justiça. São empregadas mil viaturas e, somente em Curitiba e região metropolitana, são 150 pontos de bloqueio.

A incidência de crimes violentos contra a pessoa, como homicídios e lesões corporais, furtos e roubos são reduzidos com esta ação, que está na quarta edição. As áreas foram analisadas de acordo com dados estatísticos debatidos em reuniões entre as instituições de segurança.

A terceira edição da “Operação Nhapecani”, realizada no mês passado, abordou, em dois dias, 33.984 mil pessoas, deteve 156 delas detidas e apreendeu 41 adolescentes. As equipes vistoriaram 19.476 mil veículos, o que resultou na apreensão de 466 e recuperação de nove, que foram roubados ou furtados. Mais de 10 quilos de maconha, o equivalente a 11.149 pedras de crack e 20 armas de fogo foram apreendidos.

NHAPECANI – O nome da operação se refere ao falcão nhapecani (Thrasactus harpya) que aparece no brasão da Polícia Militar do Paraná. A operação, que está na quarta edição, surgiu ao longo das reuniões periódicas feitas com todos os setores de inteligência e em parceria com os órgãos participantes. Outras edições da operação obedecem a um planejamento antecipado e à observação dos índices estatísticos de criminalidade, sem data específica ou horário determinado.

Pela PM, os batalhões especializados também participam das ações, sendo eles: o Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA), o Batalhão de Patrulha Escolar (BPec), o Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran) e o Regimento de Polícia Montada (RPMon). Além deles, participam o Batalhão de Operações Especiais (Bope), o Batalhão de Policia Guarda (BPGD) e o Batalhão de Polícia de Fronteira (BPFron).