Foto: SMCS
Ministro Alexandre Padilha e prefeito Gustavo Fruet

O prefeito Gustavo Fruet e o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, assinaram nesta quinta-feira (28), o decreto da Atenção Primária à Saúde (APS), que altera e amplia a Estratégia Saúde da Família na cidade. Pelo menos 20 novas equipes de Saúde da Família começam a trabalhar já no mês de abril e outras 24 no mês de maio. “Estamos criando 44 novas equipes, que equivale ao mesmo número criado em Curitiba nos últimos cinco anos”, explica o prefeito.

Na prática, o número de pessoas atendidas pelo Saúde da Família vai chegar a 800 mil, ampliando a cobertura na capital paranaense de 38% para 47% – 158 mil pessoas a mais. O número de ESF passará de 185 para 229 somente neste primeiro semestre de 2013.

Notícias relacionadas

Essas mudanças vão ocorrer nas unidades de saúde Bairro Alto, Eucaliptos (Boqueirão), Camargo (Cajuru), Oswaldo Cruz e Nossa Senhora da Luz (CIC), Ouvidor Pardinho e Mãe Curitibana (Centro), Santa Quitéria e Concórdia (Pinheirinho), ampliando de 55 para 64 o número de unidades com Saúde da Família.

Oito unidades de saúde também terão o horário de atendimento ampliado, passando a atender entre 7h e 22h, a partir do dia 8 de abril. São elas: Bairro Alto, Bairro Novo, Eucaliptos, Camargo, Oswaldo Cruz, Nossa Senhora da Luz, Ouvidor Pardinho, Concórdia e Vila Guaíra. “Estamos conseguindo colocar em prática um dos principais compromissos de campanha, que é o da ampliação do horário de atendimento nas unidades de saúde”, comenta Fruet.

Evangélico

O ministro da Saúde, o prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet, e o presidente da Sociedade Evangélica Beneficente, João Jaime Nunes Ferreira, também assinaram o termo de cooperação para estabelecer compromisso para apoio e acompanhamento à gestão no Hospital Universitário Evangélico de Curitiba. O acordo prevê o repasse de R$ 3,2 milhões para a instituição para investimentos em infraestrutura e qualificação do atendimento aos usuários.