As obras de infraestrutura para a Copa do Mundo em Curitiba foram debatidas terça-feira (2) na sede da Infraero, no Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, região metropolitana da capital. Segundo a câmara temática responsável por essa área, da secretaria estadual para Assuntos da Copa, boa parte do trabalho está dentro do cronograma.

O superintendente da Infraero, Antonio Pallu, explicou que os investimentos superam R$ 300 milhões no aeroporto Afonso Pena. “Já fizemos o recapeamento da pista principal, concluímos o novo terminal de cargas, entregamos o novo estacionamento com 2.200 vagas e estamos trabalhando em novos projetos, muitos já licitados”, afirmou Antonio Pallu.

Ele informou que os balcões de check-in passarão de 30 para 64, as esteiras de quatro para oito e as escadas rolantes de sete para 13, e ainda a ampliação do pátio de aeronaves, com mais 10 posições.

URBANO – As obras de mobilidade urbana do PAC da Copa, de acordo com o engenheiro da Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec), Sandro Setim, estão dentro do cronograma físico-financeiro. “Há o acompanhamento de pelo menos 12 órgãos fiscalizadores”, explicou o engenheiro.

“O grupo Gecopa, gestor nacional, está presente em Curitiba, verificando os cronogramas, e técnicos da Caixa Econômica Federal e da Comec estão fazendo a quarta medição que vai indicar 17% das obras do Corredor Avenida das Torres, dois pontos percentuais à frente do previsto, enquanto o Corredor Marechal Floriano atingiu 14,4% da obra, muito próximo dos 14,8% previstos”, informou Sandro Setim.

O projeto das Vias Radiais foi dividido em três lotes. A Via da Pedreira, orçada em R$ 21 milhões, começou no mês passado, com cronograma de 12 meses; a Alça da Avenida Salgado Filho está com entrega programada para dezembro de 2013. A obra mais atrasada, de acordo com Setim, é a Via da Integração, com custo projetado de R$ 13 milhões. Ele explicou que a empresa responsável já foi notificada e em três meses deverá se adequar aos prazos.

PARTICIPAÇÃO– O secretário estadual da Copa, Mario Celso Cunha, avaliou como importante a reunião na sede da Infraero. “Todos os integrantes da Câmara Temática da Infraestrutura puderam ver de perto os avanços em termos de ampliação e modernização do nosso principal aeroporto”, comentou Cunha.

A reunião foi coordenada pelo técnico da Compagás, Paulo Rogério Scholl, que é o presidente da Câmara Temática da Infraestrutura e contou com a presença do prefeito de São José dos Pinhais, Luiz Carlos Setim. Participaram do encontro os representantes da Copel, Sanepar, das secretarias estaduais de Infraestrutura e Logística, do Planejamento e Coordenação Geral, e da Educação (Seed), Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa), Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Câmara de Curitiba, Celepar, Central de Táxi, Prefeitura de São José dos Pinhais, Infraero, Ministério Público, Exército Brasileiro e Sindicato das Indústrias e Empresas de Instalação, Operação e Manutenção de Redes, Equipamentos e Sistemas de Telecomunicações do Estado do Paraná (Siitep).