Célio Borba

A construção de uma academia ao ar livre no bairro Tatuquara, em Curitiba, que foi paralisada há mais de um ano, virou motivo de protestos por parte de moradores do bairro nesta quarta-feira (17). O ouvinte Célio Borba, enviou uma foto para a Rádio Banda B, e afirmou que duas academias foram iniciadas há mais de um ano e, até o momento, não possuem nem sinal de conclusão.

“Eles iniciaram as obras e deixaram apenas a base de cimento, que deveria receber as estruturas de ferro e equipamentos de exercícios. Uma base de cimento está localizada na Praça Aníbal Khury e outra na Praça Soldado Wagner Alves Sampaio”, disse.

Segundo o ouvinte, é uma falta de consideração com a comunidade do Tatuquara, que espera ha mais de um ano pela conclusão destas obras. “Diga-se de passagem que essa obra é de baixo custo”, concluiu.

Um outro ouvinte da Banda B, que não quis se identificar, chegou a reclamar durante a manhã dos “quilinhos a mais” pela ausência da obra. “Não é possível, já faz mais de um ano que essas obras iniciaram, nós não temos dinheiro para pagar por uma academia e essa obra nos ajudaria a ficar mais saudável e perder uns quilinhos”, comentou.

A Banda B entrou em contato com a assessoria da Prefeitura de Curitiba, que informou que o projeto desta academia ao ar livre seria colocado em prática com verba do Governo Federal, porém houve um problema com os repasses durante o ano passado. A expectativa da prefeitura é a de que o repasse seja normalizado até o final do semestre, para que a obra seja reiniciada.