A Sanepar conclui a instalação da nova bomba do sistema de distribuição de água tratada no município de Ipiranga. O equipamento tem capacidade para bombear 55 metros cúbicos de água por hora, o que vai ampliar em 30% as condições de vazão e pressão do sistema.

“Com esta bomba haverá um ganho significativo para toda a cidade”, disse o gerente da Unidade de Serviço de Projetos e Obras da Região Sudeste, Marco Antônio Cenovicz. A nova bomba aumentará a oferta de água, suprindo a demanda inclusive nas regiões mais críticas como Vila Rainha, Cristo e Ulisses.

PREVENÇÃO – Equipes da Sanepar estão em Ipiranga para executar também o trabalho de geofonamento das redes. O objetivo é verificar a existência de pontos de vazamento, as condições de pressão e os setores de manobra, além de atualizar o cadastro técnico. “São ações implementadas para melhorar as condições de atendimento do sistema de Ipiranga”, afirmou o gerente da Unidade Regional de Ponta Grossa, Marcos Roberto Santos.

“Estou muito entusiasmado com as ações confirmadas pela Sanepar. É uma vitória de toda a população. Espero que estes e demais projetos para o saneamento tenham êxito e tragam muitos benefícios para a cidade de Ipiranga”, afirmou o prefeito do município, Roger Selski, que esteve reunido com dirigentes da Sanepar e a equipe técnica da empresa.

Para a moradora da Vila Rainha, Rosana Galvão Pechinski, “é muito bom saber que a Sanepar está preocupada em resolver os problemas de falta de água na cidade.” Dorival Biondo, que também será beneficiado com a instalação da bomba, comemorou. “A notícia vem em muito boa hora, pois Ipiranga aguardava por melhorias no abastecimento”, disse.

MAIS OBRAS – Durante a reunião, o prefeito e os gerentes da Sanepar assinaram convênio para a ampliação e reforço do sistema de abastecimento de água. Serão instalados 700 metros de rede. Por meio de outro convênio, a Vila Rural Santaria será beneficiada com a implantação de 9 quilômetros de rede para atender cerca de 80 famílias.

Com o apoio da Prefeitura, a Sanepar está pleiteando ainda, junto à Fundação Nacional de Saúde (Funasa), mais de R$ 2 milhões para atender as comunidades rurais de Canguera, Colônia Dona Adelaide, Faxinal São Brás e Assentamento Sant’Ana.

O sistema de esgotamento sanitário também passará por melhorias. Com recursos já assegurados de R$ 2,4 milhões estão programadas obras para a construção de uma estação de tratamento de esgotos, mil metros de rede coletora e 80 ligações domiciliares.