Da Redação

Uma terceira academia ao ar livre do Tatuquara, na região sul de Curitiba, virou motivo de reclamação por parte dos moradores do bairro nesta terça-feira (10), já que as obras foram paralisadas há mais de um ano. Em abril a Banda B relatou o caso das academias das praças Aníbal Khury e Soldado Wagner Alves Sampaio, já hoje a reclamação dos moradores está na academia localizada no cruzamento das ruas Ernesto Germano F Hannemann e Otto Urban.

academia-ao-ar-livre-tatuquara-10092013

Foto: Célio Borba

De acordo com o ouvinte Célio Borba, apenas a base de concreto foi colocada no local ao lado de um bosque, mas a expectativa de que a área esportiva fique pronta já passa de um ano. “Os equipamentos nunca foram colocados e o mato começa a florescer”, comentou.

Segundo o ouvinte, é uma falta de consideração com a comunidade do Tatuquara, que espera ha mais de um ano pela conclusão destas obras. “Diga-se de passagem que são obras de baixo custo”, concluiu.

Na situação de abril, a Prefeitura de Curitiba informou que a obra era realizada com recursos federais, mas houve um problema com os repasses durante o ano passado. A expectativa é a de que o repasse fosse normalizado até o final do semestre.

A Banda B entrou em contrato com a Prefeitura de Curitiba que informou que todos os contratos relacionados a academias ao ar livre precisaram ser revistos pela Secretaria Municipal de Esporte, Lazer e Juventude. Esse processo já terminou e a Secretaria agora aguarda a liberação de recursos para retomar as obras.

Notícia Relacionada:

Obras de academias ao ar livre empacam e moradores já reclamam de quilinhos a mais