Da Redação

Por que são tantos os animas abandonados em Curitiba? Por que as imagens de cães em situação de vulnerabilidade geram tanta comoção, mas na hora da adoção é tão difícil alguém querer um que não seja de raça? Essas perguntas nortearam o Programa Banda B Rádio Debate deste domingo (2) que foi ao ar na Rádio Banda B. Você pode conferir a íntegra do programa nos players abaixo:

[jwplayer mediaid=”122190″]

[jwplayer mediaid=”122191″]

[jwplayer mediaid=”122192″]

Entre os convidados, a presidente da Sociedade Protetora dos Animais de Curitiba, Soraya Simon, que durante o debate afirmou. “As pessoas abandonam por falta de consciência. Não existe uma justificativa, é simplesmente falta de consciência. Se você abandonar, ele vai sofrer, se tem dificuldade, você tem que resolver, porque ele só está com você porque você quis”, disse.

Também marcou presença no estúdio a porta-voz do grupo Salva Bicho, Fabiane Rosa. Segundo ela, não é possível dar conta de todos os animais espalhados em Curitiba. “São de 20 a 30 mil animais abandonados e não conseguimos atender a todos”, lamentou.

caesdebateProtetoras não conseguem atender a todos os cães abandonados (Foto: Arquivo – Banda B)

Ainda no programa, o diretor do departamento de pesquisa e conservação de fauna da Prefeitura, Alexander Biondo, falou sobre o trabalho do órgão oficial. “As pessoas podem também ser os fiscais da proteção animal. Curitiba tem uma grande quantidade de cães abandonados, mas ainda temos um número baixo em comparação a outras cidades”, garantiu.

O Banda B Rádio Debate é apresentado por Adilson Arantes, tem a produção de Geovane Barreiro e reportagens de Luiz Henrique de Oliveira e Elizangela Jubanski. Quem quiser dar sugestões de temas pode enviar email para: [email protected]  O programa vai ao ar todo domingo a partir do meio-dia.