O Dia

O número de jovens interessados em se tornar padres no Rio dobrou depois da visita do Papa Francisco. Como o milagre da multiplicação, desde julho de 2013 pelo menos 90 cariocas, de 18 a 25 anos, ingressaram no Seminário Arquidiocesano São José, o mais antigo do Brasil, no Rio Comprido.

Desses, a metade optou pela vida sacerdotal, depois que todos passaram pela fase de discernimento, que dura um ano. Agora, já são 155 rapazes na instituição, que forma vigários desde 1739. O perfil dos novos candidatos à batina também mudou: no lugar de moços tímidos estarão nos altares jovens apaixonados por esportes e ligados ao mundo pela internet.

Leia a matéria completa  aqui